Escova progressiva Salvatore Blue Gold: Minha experiência



Bom dia, minha gente! Hoje, finalmente, resolvi falar sobre minha experiência com escova progressiva, mais especificamente com a da marca Salvatore. Qualquer dúvida é só deixar um comentário que responderei assim que possível. Irei dividir o texto em vários tópicos para ficar mais fácil de acompanhar. Já estou no 2º retoque de raiz e há 5 meses usando a Progressiva Salvatore Blue Gold que possui como componente principal o Tanino (Reestruturação tanínica). Minhas impressões foram as seguintes:

Alisamento

O produto alisou completamente meu cabelo, não tenho necessidade de usar secador e/ou chapinha diariamente para deixar os fios lisos. Desde a primeira vez meu cabelo já saiu liso do salão e assim permanece. O Charles me explicou que dependendo da quantidade de vezes que se passa a prancha na hora de alisar o cabelo, se obtém um alisamento completo ou não, então, isso depende da técnica usada, por isso é sempre bom ter um profissional por perto para obter o efeito desejado; muitas vezes não se consegue um bom efeito com uma progressiva porque, fazendo em casa, sozinha, você não tem a mesma precisão e facilidade usando a fonte de calor para alisar completamente o cabelo. Detalhe: pode amarrar o cabelo e lavar no dia seguinte que não prejudica, nem retira o alisamento!

Duração

Como falei acima, já fazem 5 meses desde a primeira vez que usei. No meu último retoque de raiz foi usado o produto somente na parte "nova" do cabelo. Apesar de o site da marca dizer que o alisamento dura de 2 a 6 meses, o efeito ainda não saiu do meu cabelo, ele continua completamente liso, sem ondulações.

Efeitos no Cabelo

Prós: Na primeira vez que usei, o Charles usou o produto em todo comprimento do cabelo, inclusive na parte que já tinha sido alisada por tioglicolato de amônia. Na época notei meu cabelo menos áspero, bem macio e brilhoso e com as pontas mais seladas. Noto esse mesmo efeito ainda hoje. O cabelo ficou menos "retão", sabe? Ganhou movimento e um ótimo caimento, ficou com menos cara de alisado.

Contras: Notei um quebra maior nos fios, principalmente na áreas de cabelo novo que foram alisadas. O cabelo quebrou bastante na primeira vez, comparando ao uso do tioglicolato. Mas não foi nada preocupante, considero algo normal  porque já vi inúmeros relatos na internet sobre esse fator "quebra" em quem usa progressiva. Corrigir isso e prevenir para o próximo retoque foi bem simples: passei a usar mais produtos fortalecedores (colágeno, tutano, ceramidas) e, agora que tenho mais um fator que prejudica a saúde dos fios, o suor da academia, passo a usar ampolas sem enxague quando não dá para lavar o cabelo logo após a atividade física (fiz um post sobre isso aqui). Uma semana antes do último retoque  de raiz que fiz, usei máscaras nutritivas e fiz a Reconstrução como última lavagem, usando máscara a base de queratina. Logo após o alisamento usei a Absolut Repair e passei a incluir no meu cronograma mais máscaras nutritivas que possuem aqueles componentes fortalecedores que falei acima. Está dando certo, mudança de química requer adaptações na forma de tratamento também . Além disso, continuei com a umectação com óleo de coco, ela é essencial para pontas bonitas!


Reações

Coceira. Na semana seguinte ao alisamento sentia coceira na cabeça, deu uma espécie de "dermatite de contato" ao produto, que logo passa e que pode ser normal se a manifestação for leve. O produto alisante é depositado no couro cabeludo, então uma reação pode ser considerada durante ou após seu uso. Além disso, notei também uma pequena descamação, parecendo caspa mesmo, em algumas área do cabelo, mas isso só no período pós alisamento sem lavar o cabelo, assim que fiz a primeira lavagem, desapareceu.

Cheiro

Na primeira vez que usei o cheiro não ficou forte, mas se alguém se aproximasse para cheirar o cabelo iria sentir algo diferente. Não considerei um cheiro ruim, meu namorado falou que parecia cheiro de ferro (o remédio que passam quando você tá com anemia). Na segunda vez, não senti cheiro nenhum (nem eu, nem meu namorado, rsrs), mas, após a academia, com meu cabelo molhado de suor, notava um cheiro diferente, não sei identificar qual, mas não era algo que as pessoas pudessem sentir. Falei do cheiro porque vi relatos na internet sobre o odor do produto, que alguns falavam cheirar até esgoto! Comigo não foi assim.

Polêmica sobre presença do formol

Vocês devem ter acompanhado a matéria polêmica que a Globo fez afirmando que algumas escovas progressivas tinha formol em sua composição, né? Pois bem, na época a Salvatore foi citada e logo emitiram várias notas sobre o caso, mostrando que possuem registro pela ANVISA, que atestou a ausência da liberação de formol mesmo por contato com calor. A nota de esclarecimento pode ser lida nesse link: www.facebook.com/salvatorecosmeticaprofissional/posts/536164933126221

Em nenhuma das vezes que usei a escova senti cheiro forte ou meus olhos ardendo, muito menos queimaduras no couro cabeludo ou algo que possa indicar a presença de formol. Agora, vai de cada um acreditar em um lado. Por diversas vezes, ao longo dos anos que a Globo está no ar, muitos fatos negativos sobre eles foram mostrados, já perdi a credibilidade na empresa há muito tempo e não vai ser agora que acreditarei no jornalismo sensacionalista do canal.

Considerações finais

Estou muito satisfeita com os benefícios que a progressiva Salvatore me trouxe. Não tenho nada a reclamar do produto, nenhuma queixa que possa indicar, diretamente, a marca. Já havia dito aqui no blog que passei por algumas progressivas em salões e sem sucesso, meu cabelo não alisava, mas não tive esse problema com a Salvatore, talvez pela qualidade do produto e do meu cabeleireiro. Indico com certeza! Ainda quero testar as linhas de tratamento que a marca também possui, pena que não vende em lojas comuns, só em salões ou através de revendedores.
O Charles também vende produtos da Salvatore. No salão dele meu último retoque (acho que tinha uns 5 dedos de comprimento de raiz) saiu por R$250,00, quem quiser passar lá o endereço, em Belém(Pará) é Salão Bechasca, Tv. 14 de Março, 649, entre Oliveira Belo e Diogo Móia. Telefones: 3224-4732 e 3223-5696. Ele tem Facebook também: clique aqui para adicionar. Se você aparecer por lá, diga que me viu falando aqui no blog sobre o alisamento (PS: eu não ganho nada com isso, não, rsrs).

Para quem ainda não viu meu primeiro post sobre a troca de química alisante que fiz,  clique aqui e leia mais informações sobre a Progressiva Salvatore.


Comentários
5 Comentários

5 comentários:

  1. Gostei muito do resultado eu nunca fiz uma escova progressiva mais agora dar pra ver uma ideia de como é.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Progressiva requer muitos cuidados :)
      Beijos

      Excluir
  2. Mas ficou muito lindo os cabelos!!! Que brilho incrível! amei!!

    ResponderExcluir
  3. Ola meninas!
    Meu nome é Cláudia sou cabeleireira e faço a escova Salvatore em BH quem tiver interesse em fazer pode entrar em contato no meu email:claudiabraga6@yahoo.com.br

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita! Tentaremos responder todos os comentários.
Volte sempre!
Beijos



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...